Trilha Cidadã

Posts Tagged ‘Trilha Cidadã

Povo sem vez e sem voz
Com fé, esperança atua
Todo ano vai à rua
Gritar para ser ouvido

O Grito é um espaço de participação livre e popular, onde os movimentos sociais, pastorais socias, ONGs e entidades querem chamar a atenção da sociedade para as desigualdades sociais no Brasil, ao mesmo tempo que trazem o anseio por mudanças.

Quando e onde? 7 de setembro, em Porto Alegre

Que horas? A concentração será a partir das 8h30min, no Largo Glênio Peres, em frente ao Mercado Público. Segue após pela Borges de Medeiros e com encerramento na Redenção.

As Pastorais da Juventude e o Levante Popular da Juventude, na parte da tarde, a partir das 13h30min, no Pão dos Pobres (Rua da República, 801 – Cidade Baixa) promoverão oficinas pautando a Campanha Nacional Contra a Violência e o Extermínio da Juventude!

Participem desta mobilização!

Jovens de caras pintadas, ocupando as ruas e espaços públicos, mostrando toda a sua alegria e jeito de viver. Até aparece que estamos lendo uma notícia de alguns anos atrás. Não se engane. Neste final de semana, 21 e 22 de agosto,  aconteceu uma grande manifestação envolvendo jovens da região metropolitana na cidade de Cachoeirinha. A atividade foi organizada pela Pastoral da Juventude em parceria com o Comitê Municipal Contra a Violência e o Extermínio de Jovens.

A ação teve por objetivo chamar a atenção da sociedade para os gritantes índices de mortalidade da juventude, em sua maioria, vítimas das drogas. O Brasil, atrás de Colômbia e Venezuela, é o 3º país com mais assassinatos de jovens no mundo. Isso se deve a uma taxa de 51,7 homicídios para cada 100 mil jovens. Taxa essa que entre 1994 e 2004 cresceu a um ritmo maior que o número de assassinatos entre a população total.

Para alertar a sociedade sobre essa realidade de morte, foram realizadas duas atividades no município. No sábado, os jovens estiveram em frente ao Shopping do Vale, local de maior movimentação de pedestres e motoristas, distribuindo materiais informativos. Durante a tarde do domingo, realizaram uma marcha até o Parcão de Cachoeirinha, local onde aconteceu um ato público pela vida dos jovens.


Fabrício Preto


Trilhar novos caminhos…

É necessário que caminhemos…. Os mais diversos caminhos que a vida pode nos mostrar. E nós, que escolhemos trilhar os caminhos do Reino sabemos das alegrias e desafios que ele nos mostra. Nossa opção de doação pela causa da juventude, de militância e de sonho pela construção de um Mundo Novo é construída coletivamente, nas vidas dos grupos, nas instâncias em que participamos, nos trabalhos que fazemos juntas e juntos em prol da defesa da vida.

Por isso, se faz necessário que, coletivamente, rezemos nossa caminhada, que a reflitamos tendo como fonte de força a Palavra de Deus, pois acreditamos e professamos que é assim, em comunidade, que Ele  revela-se a nós.

E é com muita felicidade e desejo de ser suporte às essas alegrias e desafios que nós, da Trilha Cidadã, queremos convidá-la e convidá-lo a trilhar conosco… E juntas e juntos partilhar nossa vida, nosso trabalho, nossos anseios e dúvidas, enfim, tudo aquilo que nos cerca e que nos faz sermos jovens sonhadores.

O Curso Trilhando Novos Caminhos que ser esse espaço de partilha, de oração, de encontro, de construção, de parada para pensarmos como estamos trilhando e vivendo com ardor e ânimo o trabalho de evangelização.


O que é?

É um grande concurso de          músicas e poemas, que este ano tem como tema a “Campanha Nacional contra a violência e o Extermínio de Jovens”!

O objetivo do Festival é envolver o maior número de pessoas nesta importante campanha através de duas ferramentas tão comuns entre as/os jovens: a música e a poesia.

Quem pode participar?

Qualquer pessoa, grupo ou banda, de qualquer idade e qualquer crença, que queira fazer ressoar o clamor pelo direito das e dos jovens à vida.

Por que falar sobre a Campanha contra o extermínio de Jovens?

Os maiores índices de morte e violência de nosso país envolvem jovens. Tal realidade não é uma coincidência ou uma fatalidade. Tem causas que precisam ser discutidas para que consigamos chegar a soluções concretas. As Pastorais de Juventude da Igreja Católica Romana, durante todo o ano, promoverão este tema, convidando assim toda a sociedade para este importante debate.

Só  posso falar sobre a Campanha?

Sim, o objetivo é  este! Mas o assunto é muito amplo, o que permitirá às/aos participantes exercitarem o seu poder criativo, relacionando o tema a outros sub-temas, como o DNJ, a CFE-2010, as diversas realidades locais etc.

Como funcionará  o Festival?

Simplicidade! Esta é  uma das palavras de ordem!

Mas não se esqueça da qualidade. Link das dicas sobre ter som audível, etc.

Mais informações no site do festival:  http://www.acordajuventude.com.br

A parceria entre a Fundação Luterana de Diaconia e a ONG Trilha Cidadã foi fortalecida neste último dia 07 de março quando as assessoras de projetos da FLD Angelique van Zeeland, Juliana Mazurana e Marilu Nörnberg Menezes visitaram a Trilha.

Na ocasião, a T.C. apresentou seu planejamento para 2010 e debateu questões que envolveram política, cultura, sustentabilidade, projetos e perspectivas para o  futuro e também como se constituiu a ONG.

O Rali de Comunicação, que frequentemente desenvolve produtos e serviços para a FLD, o grupo de teatro da Trilha e quem a compõe foram alguns temas em pauta. A visita, que teve como anfitriões Fabiane, Samuca Edinho e Danilo, terminou com um bom almoço descontraído e a certeza de que novas possibilidades e surpresas estão por se construir.

O jovem consagrado frente aos desafios da pluralidade juvenil foi o tema da assessoria realizada entre os dias 19 a 21 de março pela Trilha Cidadã, no Centro de Espiritualidade Cristo Rei (CECREI). Promovido pela Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), seção Rio Grande do Sul, o encontro de Junioristas contou com a participação de 60 jovens representantes de 12 congregações.

Marcado por debates, dinâmicas de grupo, exibição de filmes e análises de textos, o encontro teve caráter de oficina, com muita interatividade e compartilhamento de experiências. Segundo o assessor Pe. Edson Thomassin, o encontro foi bastante positivo, inclusive também pela possibilidade de renovação da continuidade do tema para 2011.